O embaixador da Guiné-Bissau em Portugal, Hélder Vaz assegurou quinta-feira numa conferência em Lisboa que o país é seguro e estável para os investidores, vincando que “havendo fartura e riqueza não há instabilidade de certeza”.

Numa intervenção em que passou em revista as relações económicas, diplomáticas e afetivas entre os dois países, o embaixador em Lisboa exortou os empresários a investirem na Guiné-Bissau.

“Estabilidade haverá com certeza; havendo fartura e riqueza não há instabilidade de certeza”, vincou o diplomata, acrescentando que na percepção de risco do país “há erros dos guineenses e erros de avaliação por parte dos nossos parceiros há 30 anos”.

Na intervenção que fez na tarde de quinta-feira em Lisboa, na Conferência “Relações UE – África: Desenvolvimento”, promovida pela Câmara de Comércio e Indústria Portugal Guiné-Bissau, Hélder Vaz disse ainda que Portugal “é um parceiro, um país amigo no qual muitos de nós, guineenses, nos revemos como cidadãos”.

Os guineenses, acrescentou, “são daqueles que têm relações de sentimentos mais profundas com Portugal, e é por isso que às vezes as zangas são mais crispadas, porque somos irmãos”.
FONTE:
ANG/Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *