O líder do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira, é um dos seis candidatos que vão disputar as primárias do partido para escolher o candidato às eleições presidenciais na Guiné-Bissau.

Domingos Simões Pereira, que viu o Presidente guineense, José Mário Vaz, recusar o seu nome para ocupar o cargo de primeiro-ministro do país, tinha admitido à Lusa ser candidato às presidenciais, caso obtivesse o apoio do partido.

Além de Domingos Simões Pereira, apresentaram, até ao momento, candidaturas às primárias do PAIGC, o atual presidente do parlamento, Cipriano Cassamá, o antigo Presidente de transição Serifo Nhamadjo, e o ex-presidente do parlamento Francisco Benante.

As restantes candidaturas já conhecidas são do embaixador e militante do partido Mário Lopes Rosa e da atual ministra da Mulher, Família e Proteção Social, Cadi Seidi, disse à Lusa fonte do partido.

As candidaturas, que ainda podem ser entregues durante o dia de hoje, serão depois analisadas e aprovadas pela comissão permanente e enviadas para o comité central.

O PAIGC reúne sexta-feira os 351 membros do comité central para votar as candidaturas às primárias aprovadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *