siga-nos rdn
RSS RDN
SIGA-NOS Email
Facebook rdn
Facebook rdn
Google+
http://rdngbissau.com/perspectiva-criar-mecanismo-partilha-regional-das-praticas-saude-na-africa-ocidental/
YouTube radio nacional
LinkedIn
Instagram

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) criará, nos próximos dias, um mecanismo de partilha regional das práticas de saúde na sub-região, soube a PANA no final da 20.ª Assembleia Ordinária dos Ministros da Saúde dos países membros, realizada sexta-feira em Cotonou.

Sob a égide da Organização Oeste-Africana da Saúde (OOAS), este mecanismo de partilha de experiências conduzirá, em última análise, à sinergia de ações a nível sub-regional e ajudará a melhorar as práticas, adaptando-se simultaneamente às realidades de cada país.

Na mesma ocasião, foi decidida também a criação duma agência sub-regional de regulação de medicamentos para assegurar a disponibilidade de medicamentos de qualidade.

Em Cotonou, as discussões versaram igualmente sobre a disponibilidade dum laboratório de fabrico de medicamentos e o reforço pelas autoridades reguladoras nacionais do setor farmacêutico, a conjugação de esforços e a implementação duma abordagem inovadora a nível sub-regional, a fim de se alcançar a meta de “zero paludismos”.

Sob os auspícios da OOAS e pelo ministério da Saúde do Benin, o encontro de Cotonou abordou doenças endémicas e epidémicas, culminando com importantes resoluções destinadas a melhorar a saúde das populações da sub-região.

A reunião foi precedida dum encontro dos pontos focais da OOAS e de peritos do Benin, duma reunião do Comité de Peritos em Saúde e dum Fórum dos Parceiros.

A luta contra doenças prioritárias, em especial a malária, o acesso a medicamentos de qualidade, a segurança sanitária, o reposicionamento do problema do envelhecimento saudável e questões de saúde e institucionais na região são, entre outros pontos abordados na reunião de Cotonou.